v Série Meditação: Práticas de Meditação - INTEGRALITÁ HOLÍSTICA

Série Meditação: Práticas de Meditação


Meditação: O caminho para a iluminação.


Meditação significa serenidade na vida, mas a verdadeira serenidade é dinâmica!



Práticas de Meditação:

Há inúmeros métodos e tipos de meditação. Dentre os mais conhecidos, podemos citar:

  • Anapanasati, da escola Theravada;
  • Zazen da escola Zen; 
  • Mahamudra da escola Kagyü;
  • Dzogchen da escola Nyingma.
Há métodos que utilizam objetos de meditação para familiarizar a mente concentrada: um Buddha, um bodhisattva ou uma mandala; outros métodos procuram deixar a mente livre de pensamentos, visões, coisas ou representações, por mais sagradas que sejam.

A meditação pode ser estabilizadora - para tranqüilizar a mente, ou analítica - para despertar a mente através de insights. Tanto a tranquilidade quanto o insight fazem parte do claro entendimento. 

Quando a tranqüilidade é desenvolvida, a qual propósito ela serve? 

  • A mente é desenvolvida. 

E quando a mente é desenvolvida, a qual propósito ela serve? 

  • A paixão é abandonada. 

Quando o insight é desenvolvido, a qual propósito ele serve?

  • O discernimento é desenvolvido. 

E quando o discernimento é desenvolvido, a qual propósito ele serve? 

  • A ignorância é abandonada.



Muitas pessoas interessam-se pela meditação, mas poucas sabem meditar. Caso você decida fazer da meditação uma prática levada a sério em sua vida, vale a pena procurar a experiência dos mestres experientes para iniciar-se da maneira correta. 

Acesse nosso artigo inicial sobre meditação onde incluímos recomendações a respeito:
http://www.integralita.com/2013/03/meditar-e-muito-simples-e-qualquer.html.

Para aprender a meditar de maneira correta, não basta ter forjado uma opinião pessoal sobre o que é a meditação e servir-se dela como base, é preciso receber instruções de um mestre, ligando-se a uma tradição autêntica. É a partir dessas instruções que se pode desenvolver uma experiência real da meditação.

Muitas pessoas pensam que meditação significa sentar-se com as pernas cruzadas, ficar quieto, procurar parar todos os pensamentos e permanecer assim. Ficar quieto não significa necessariamente serenidade, pois quando uma pessoa está aborrecida e decide não conversar, externamente pode parecer quieta mas internamente não está nem quieto, nem sereno.

Procurar parar todos os pensamentos já é um erro. Não se busca parar os pensamentos. A mente deve manter-se aberta, relaxada, permanecendo sem distração na consciência do presente, de modo que os pensamentos possam "sossegar" por si mesmos.

Meditação significa serenidade na vida, mas a verdadeira serenidade é dinâmica, como um gerador funcionando a mil rotações por minuto! Muito estável, muito quieto, mas dinâmico.


A postura:

1) Procure uma posição confortável, mas não confortável demais, para não correr o risco de adormecer e use roupas folgadas. Não é preciso sentar-se numa posição de ioga para meditar: basta uma cadeira de espaldar reto e firme, ou qualquer lugar em que você possa sentar-se confortavelmente com as costas apoiadas.

2) Sente-se numa posição ereta, mas relaxada. Mantenha a cabeça, o pescoço e a coluna vertebral alinhados, como se um grande balão de gás estivesse puxando sua cabeça para o alto. Manter a cabeça ereta ajuda a mente a permanecer alerta, o que é uma condição essencial na meditação.

3) Feche os olhos e mantenha-os fechados até o final da meditação.

Para a meditação com a técnica de relaxamento do corpo, você também pode optar por deitar-se de costas. Se quiser deitar, escolha uma superfície firme e macia, como por exemplo um tapete, e sinta-se confortável.



Uso dos Mantras:

Algumas das meditações mais amplamente usadas empregam mantras como meios para levar à concentração. 

Essas técnicas encontram-se em praticamente todas as principais tradições espirituais, desde o cristianismo, judaísmo e islamismo ao budismo e hinduísmo. Nos tempos modernos, as técnicas têm sido adaptadas para ajudar as pessoas a entrarem no estado relaxado.

Escolha uma palavra ou um som simples que tenha um significado positivo para você. 

Muitas pessoas selecionam uma frase que para elas possui um simbolismo espiritual, como "adonai", "kyrie eleison" ou "único". No hinduísmo são comuns nomes de Deus, como "Ram"; no budismo tibetano usa-se geralmente o mantra "Om Mani Padme Hum".



Após decidir o mantra a ser usado, caso seja essa sua opção para meditar, as instruções são semelhantes às da meditação com a técnica da respiração:


  • Sente-se em silêncio e repita o mantra mentalmente sem produzir nenhum som. Toda vez que a sua mente divagar, traga-a de volta ao mantra. 

  • Afaste qualquer outro pensamento e deixe que o mantra preencha a sua consciência.




Tenha um maravilhoso dia e conte com este Espaço para uma Maravilhosa Vida!


Vale esclarecer: 
"Todo o conteúdo postado em Integralitá Holística ou em quaisquer dos meus demais sítios na Web objetivam tão somente esclarecimento introdutório e superficial porém sério e responsável sobre os temas abordados. São resultado de material coletado em minhas pesquisas e estudos, sob consultas e leituras advindas de fontes confiáveis, selecionadas criteriosamente, compilados e transcritos da forma mais clara e acessível possível, como acredito deve ser qualquer iniciativa de disseminação do conhecimento. Para aqueles que desejarem se aprofundar, procuro sempre que possível, citar as fontes para que prossigam a jornada com suas próprias pernas. Boa leitura, aproveite e compartilhe!Theresa Tullio











A Arte da Meditação e A Mente Meditativa, Daniel Goleman, Sextante e Ática
O Livro Tibetano do Viver e do Morrer, Sogyal Rinpoche, Palas Athena
Portões da Prática Budista, Chagdud Tulku Rinpoche, Rigdzin
Budismo - Psicologia do Autoconhecimento, Dr. Georges da Silva e Rita Homenko, Pensamento



Responsável pelo Integralitá Holística:
Theresa Tullio


Theresa Tullio é Pesquisadora de Herbalismo e Herbologia, Life Coach e Orientadora Holística. Especialista nas técnicas de aplicação do Pensamento Positivo e do Segredo de Carnegie, escreve livros sobre os temas que pesquisa. Especialista em Análise de Nome Publico, estuda e pesquisa Numerologia desde 1999 e faz Mapas e Estudos Pessoais sob encomenda.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do tema? Diga algo a respeito. Ei! Antes de passar para outro artigo, por favor, deixe uma opinião, compartilhe o que pensa, escreva seu comentário. É rapidinho e essencial para enriquecer o conteúdo de nosso blog! Boa sorte! Muito obrigada, Theresa Tullio.